Para 2017:

por Renato Pastene

Porta de Esperança – Reforma e Reconquistales-portes

(20.11.2016)

O Senhor está abrindo uma Porta de Esperança e Favor para o ano de 2017! Esse será o tempo de uma grande oportunidade para vivenciarmos um avivamento e um avanço espiritual sem comparação. Estamos passando da preparação para o cumprimento de inúmeras palavras a respeito de esperança, restituição, colheita espiritual e reavivamento!

Assim como 1517 foi o ano da reforma espiritual com Martinho Lutero, 500 anos depois, em 2017, temos a oportunidade de ressurgir com a verdade e a Palavra de Deus para avançarmos contra os sofismas e enganos que tem prendido a Igreja nos rudimentos fracos da religiosidade e reconduzir os filhos e filhas do Senhor para a sua gloriosa liberdade (Romanos 8.17-21).

Da mesma forma também que em 1967, Jerusalém foi reconquistada por Israel, 50 anos depois, o Senhor está colocando diante de nós a possibilidade de reconquistarmos o domínio espiritual perdido, fazendo-nos governar em áreas ocupadas e estabelecermos o Reino dos Céus de uma maneira fantástica.

É tempo para a chuva de Deus vir sobre as nações: “Porque, assim como desce a chuva e a neve dos céus, e para lá não torna, mas rega a terra … Assim será a palavra que sair da minha boca” (Isaías 55.10-11). A chuva de Deus, vinda com a Sua Palavra, está para regar nossa terra. Prepare-se para germinar, para crescer, para produzir, para florescer…


Janeiro, Fevereiro e Março – Três Portas (01.12.16)

por Renato Pastene

Conforme nos aproximamos de 2017 é importante reconhecer o início do ano como um período que pode determinar o ritmo e percurso do ano! Os primeiros meses serão fundamentais se queremos nos alinhar ao tempo e ao modo de Deus!

Porta das Ovelhas

ovelhas

Salvação, Pastagem & Vida Abundante

O mês de Janeiro se refere a Porta das Ovelhas! É a primeira Porta e é onde as coisas se iniciam. Jesus disse: “eu sou a porta das ovelha”. Quem entra por essa Porta, se salva e acha pastagem (João 10.7-8).

O início do ano é um convite para irmos a Jesus e encontrarmos pastagem! Essa será a entrada mais benéfica para nós, quando seremos encontrados no próprio Pastor e receberemos o alimento necessário para continuarmos a jornada.

A Porta das Ovelhas, em Jerusalém, foi restaurada pelo sumo sacerdote Eliasibe e pelos sacerdotes. Isto fala sobre a restauração da função sacerdotal da Igreja! Em Janeiro precisamos compreender o sacerdócio de todos os santos, para executamos as tarefas que serão colocadas diante de nós. (Esse foi um dos princípios restaurados por Lutero, nova revelação sobre o sacerdócio dos santos virá a Igreja!).

Porta do Peixe

Evangelismo, Colheita e Multiplicação

img_1921O Senhor me mostrou em visão que o mês de Fevereiro em 2017 se refere a Porta do Peixe! Interessante que esta é a segunda Porta a ser citada em Neemias 3 (Neemias 3.3)! Essa Porta fala sobre um tempo de favor para evangelismo, salvação de almas e multiplicação.

Precisamos lançar as redes conforme a palavra de Jesus, para o lado que Ele apontar e teremos resultados fantásticos (Lucas 5.1-11). Precisamos compreender que somos pescadores de homens e há uma grande pesca que está se formando!

Esta Porta também fala sobre multiplicação. Entrar pela Porta do Peixe em Fevereiro fala sobre encontrar a provisão do Senhor para o avanço dos Seus propósitos em relação a colheita de almas e o avanço do Reino. (Lembre-se, foi na boca do peixe que veio a provisão para Jesus!)

A Porta Velha20151001_183154

Sabedoria, Amadurecimento e Vida 

A terceira Porta, referente a Março, é a Porta Velha! O nome desta porta no original é Yasen, que significa vagaroso, dormir, morrer, envelhecer ou ficar passado. Isto significa algo muito importante para 2017! Em Março é um momento para permitir a semente morrer, para deixar a casca velha cair no chão.

É necessário deixar as coisas chegarem a um ponto de amadurecimento!

A Porta Velha diz também respeito a olhar para o passado, recebendo assim nova perspectiva para o futuro! Precisamos passar por essa Porta um tanto antiquada, para adquirirmos a sabedoria e o legado necessário para avançarmos de forma segura! (Uma vez que estamos indo para um ano de avivamento, é interessante olharmos para os avivamentos do passado, com Willian Seymor, Evan Roberts e outros.).


A Reforma (22.12.16)

por Renato Pastene

Continuando nossa compreensão a respeito do ano de 2017, vamos olhar para a reforma que ocorreu 500 anos atrás e entender sua relação com o dia de hoje.

Em 1517 Martinho Lutero afixou as 95 teses na porta da igreja do castelo de Wittenberg, na Alemanha. Lutero, defendeu a salvação exclusivamente pela graça de Deus, por meio da fé em Cristo Jesus. O sistema religioso sofreu um abalo naqueles dias, sendo confrontado pela autoridade da Palavra de Deus! O poder de evangelismo foi liberado e muitas pessoas puderam receber a mensagem verdadeira do evangelho, tendo a oportunidade de entrarem pela porta da salvação!

wittenberg_schlosskirche

A porta da igreja do castelo em Wittenberg simboliza, desta forma, a própria porta da salvação, que foi aberta pelo testemunho da verdade. A verdade nela afixada floresceu e fluiu para além das fronteiras da Europa, dando a muitos a oportunidade de entrarem pela verdadeira Porta do Reino de Deus, que é Jesus, o Senhor!

500 anos depois, em 2017, estaremos vivenciando o jubileu deste acontecimento, e será um tempo para Deus abrir novas portas para o fluir de Sua verdade! O Reino de Deus receberá os frutos dessa abertura. Pessoas virão de várias partes e de diversas maneiras ao encontro de Cristo! Há um novo poder para restaurar a verdade completa do Pai nesse tempo. Essa restauração será para trazer vida!

Vencendo o espírito de Roma

Nos dias de Lutero, Roma abrigava um espírito religioso! Esse é um espírito enganador, que procura criar obstáculos para o relacionamento com Deus. Impondo regras, trazendo condenação e um sentimento de rejeição, o espírito de religiosidade impede que as pessoas recebam o amor do Pai que está nos Céus! É, na verdade, um espírito de morte disfarçado em religião.

Da mesma forma que a porta de Wittenberg causou um impacto sobre o espírito de morte, as Portas do Senhor que se abrirão este ano irão atingir esse espírito e trazer milhares e milhares de pessoas para o amor de Deus! Esse amor não é acessado por esforço, ou por mérito, mas pela fé!biblia

“Portanto, a promessa vem pela fé, para que seja de acordo com a graça” Romanos 4.16a

“Todavia, a morte reinou desde o tempo de Adão até o de Moisés […]. Entretanto, não há comparação entre a dádiva e a transgressão. Pois se muitos morreram por causa da transgressão de um só, muito mais a graça de Deus, isto é, a dádiva pela graça de um só homem, Jesus Cristo, transbordou para muitos! Se pela transgressão de um só a morte reinou por meio dele, muito mais aqueles que recebem de Deus a imensa provisão da graça e a dádiva da justiça reinarão em vida por meio de um único homem, Jesus Cristo” Romanos 5.14,15 e 17

Roma abriga, ainda hoje, um enraizado espírito de morte, que opera por meio da religião! Essa religiosidade falsa afasta o homem ainda mais do verdadeiro Deus, pois ela não redime o homem do pecado, mas o cega para que ele não compreenda que Jesus Cristo cumpriu toda a justiça de Deus e ofereceu um sacrifício completo para que pela fé em Jesus o homem tenha perdão e seja recebido em um relacionamento vivo e real com o Pai celestial, baseado nesse sacrífico de Jesus!

romaÉ interessante que Daniel vê, em sua visão, o reino Romano como um animal “aterrorizante, assustador e muito poderoso” (Daniel 7.7). Esse mesmo reino é descrito também como “forte como o ferro” (Daniel 2.40). Enquanto este reino estava exercendo seu domínio, o Reino dos Céus se manifesta, estabelecendo Seu domínio e vencendo o domínio romano.

Será contra as forças de Roma, contra o espírito de religiosidade e morte que a “pedra” do Reino de Deus se manifestará (ver Daniel 2), levando as nações a conhecerem um outro reino, completamente diferente do primeiro: um reino de amor, paz e justiça!

Reformando as Portas de Jerusalém

Roma tem sido uma tentativa de substituir Jerusalém como cidade santa. Sobre o alto de sete montanhas, Roma procurou se estabelecer como substituta para Jerusalém, porém Jerusalém ainda é a cidade eleita! Essa pretensão está enraizada no orgulho romano e já se manifestava no primeiro século, foi por isso que o apóstolo Paulo precisou dar ênfase ao lugar de Israel no plano de Deus na sua epístola aos Romanos! Paulo dá uma advertência séria para que os cristãos de Roma não se ensoberbecessem contra Israel (veja Romanos 9, 10 e 11).

jerusalemportasJerusalém permanece sendo a cidade do grande Rei (ver Mateus 5.35)! E são as portas de Jerusalém que apontam para as verdades e manifestações de Deus que expandem Seu Reino. Nestes dias, estas portas estão sendo restauradas e abertas para que o fluir de Deus alcance as nações e muitos conheçam a glória do Seu Reino!

Da mesma forma que nos tempo de Neemias as portas de Jerusalém foram reformadas fisicamente (Neemias 3), o Senhor está reparando as portas espirituais de Jerusalém neste tempo! Em 2017 veremos as verdades relacionadas com estas portas sendo restauradas para as nações, algumas com mais força do que outras.

Essa reforma continuará a afetar o espírito de Roma e fará com que a Verdade e a Vida (João 14.6) de Deus se manifeste! Será para quebrar o espírito de morte e trazer o poder da ressurreição que ressuscitou Jesus dentre os mortos, para que Ele seja o primeiro dentre muitos que ressuscitam com Ele.

Entre pelas portas do Senhor…

por Renato Pastene

Torre de Vigia


A Porta do Vale (22.12.16)

por Renato Pastene

“Sou uma flor de Sarom, um lírio dos vales. Como um lírio entre os espinhos é a minha amada entre as jovens” Cânticos 2.1-2valley

A Porta do Vale conduz a um relacionamento de amor com Jesus. A Noiva é chamada de lírio dos vales, ela se encontra nos vales, onde como um jardim está sendo bem regada e protegida (Cânticos 4.12). O Senhor, por sua vez vem saltando sobre os montes, em direção a esse vale para encontrar-se com Sua Noiva (Cânticos 2.8).

O Vale, portanto, é uma oportunidade para a intimidade com Jesus. É o local onde o amor exala e cria um vinculo inquebrável!

“A mão do Senhor estava sobre mim, e por seu Espírito ele me levou a um vale cheio de ossos” Ezequiel 37.1

vale-dos-ossosO Vale é também um local de reinicio e ressurreição! Ezequiel foi levado a um vale, onde viu a nação de Israel destruída, como se houvessem perdido uma guerra e só restasse os ossos dos antigos guerreiros que foram mortos. Nesse cenário ele escuta a voz do Senhor e pelo poder dessa voz ele vê um milagre de ressurreição incrível!

“Assim diz o Soberano Senhor a estes ossos: Farei um espírito entrar em vocês, e vocês terão vida” Ezequiel 37.5

A promessa era de que um espírito entraria neles e eles teriam vida novamente. Da mesma forma, em 2017, o Senhor soprará Sua vida para ressuscitar o Seu exército, de maneira que seja capaz de guerrear novamente.

“A seguir ele me disse: “Profetize ao espírito; profetize, filho do homem, e diga-lhe: ‘Assim diz o Soberano Senhor: Venha desde os quatro ventos, ó espírito, e sopre dentro desses mortos, para que vivam’”. Profetizei conforme a ordem recebida, e o espírito entrou neles; eles receberam vida e se puseram de pé. Era um exército enorme!” Ezequiel 37.9-10

A ressurreição veio por meio do espírito que veio dos quatro ventos! O vale é um local para que os quatro vento sejam soprados sobre nós!

Levanta-te, vento norte, e vem tu, vento sul; assopra no meu jardim, para que destilem os seus aromas. Ah! entre o meu amado no jardim, e coma os seus frutos excelentes!” Cânticos 4.16

O vento de Deus virá, ativando o amor da Noiva e ressuscitando o Seu exército!

“Quem é esta que aparece como a alva do dia, formosa como a lua, brilhante como o sol, terrível como um exército com bandeiras?” Cântico 6.10

A Noiva do Senhor será bela e será como um exército com bandeiras! Vamos levar o amor de Cristo entre as nações, seremos Sua amada brilhando como a alva…

Flua a vida de Deus.


PORTA DE ESPERANÇA: VINHAS E RELACIONAMENTO RESTITUÍDOS! (12.02.2017)

Por Renato Pastene

“Portanto, agora vou atraí-la; vou levá-la para o deserto e vou falar-lhe com carinho.
Ali devolverei a ela as suas vinhas, e farei do vale de Açor uma porta de esperança. Ali ela me responderá como nos dias de sua infância, como no dia em que saiu do Egito.
“Naquele dia”, declara o Senhor, “você me chamará ‘meu marido’; não me chamará mais ‘meu senhor’. (Oseias 2.14-16)

ulxbeh6ohn8-jeremy-bishopO Senhor está abrindo uma Porta de Esperança para a Igreja no ano de 2017! Essa porta é a oportunidade que o Senhor está dando a Noiva de entrar em um relacionamento restaurado, profundo e apaixonante com Ele.

A Noiva amada do Senhor terá essa porta de esperança restaurada no meio de uma situação chamada nas Escrituras de Vale de Açor: “farei do vale de Açor uma porta de esperança” (Oseias 2.15). O Vale de Açor foi um local de tristeza e dor para Israel, a própria palavra Açor significa problema. Foi nesse lugar que apedrejaram Acã, pois havia sido o responsável pela derrota de Israel diante do exército de Aí (Josué 7.25-26).

Realmente a Igreja do Senhor atravessou um período de muitos problemas, dificuldades, desgraças e tormentos, porém é nesse local, ou seja, em meio a esse contexto que uma porta de esperança se abrirá para muitos! O Senhor está convidando cada um a sair do local de derrota, de tristeza e entrar nesse novo tempo de restituição e colheita: “Voltai à fortaleza, ó presos de esperança; também hoje voz anuncio que vos recompensarei em dobro” (Zacarias 9.12).

Mesmo que muitos se sintam presos pelas circunstancias e problemas, o Senhor diz voltai à fortaleza, ó presos de esperança! Em virtude da esperança os presos de esperança poderão voltar a um lugar excelente e terão uma excelente recompensa!

“E há esperança quanto ao teu futuro, diz o Senhor, porque teus filhos voltarão para os seus termos”. (Jeremias 31.17)

Vinhas e Relacionamento de Voltavinha

Em Oseias 2, o Senhor disse que levaria Sua amada ao deserto, falaria ao coração dela e abriria no Vale de Açor uma porta de esperança. Nesse contexto ele devolveria a ela a suas vinhas: “Ali devolverei a ela as suas vinhas” (Oseias 2.14). O Senhor está disposto a restaurar a alegria no coração da sua amada, mesmo que ela tenha se prostituído e adulterado!

É um convite a retornar a dignidade e honra de ser a Noiva do Senhor! O Espírito Santo será derramado novamente sobre a Igreja, para alegrar o coração daquela que está retornando para o seu Amado. O texto diz que a amada do Senhor voltará a cantar como quando saiu do Egito, ou seja, esse é o sentimento de alegria e adoração daquela que foi livre mais uma vez para estar com o seu Amado em profundidade e aliança duradoura!

O verso 16, de Oseias 2 diz: “E acontecerá naquele dia, diz o Senhor, que me chamarás: Meu marido, e não me chamará mais: Meu Baal”. O Senhor está para restaurar na Igreja o relacionamento com Deus! Ela está deixando de lado os amantes, os ídolos e está seguindo para um relacionamento sólido com o Senhor, uma verdadeira aliança de compromisso está sendo firmada!

Vamos prosseguir pela Porta de Esperança, pois este é o início de um tempo de restituição da alegria e do relacionamento com Deus!


ESTER – A NOIVA EXALTADA (18.02.2017)

Por Renato Pastene

cetroO mandato de Ester está surgindo nestes dias! Esse será um ano para vermos a nobreza e a beleza da Igreja serem exaltadas pelo Senhor. Assim como o ano é 2017, veremos algo semelhante ao que aconteceu à Ester, em Ester 2.17, acontecendo à Igreja: “E o rei amou a Ester mais do que a todas as mulheres, e ela alcançou perante ele graça e benevolência mais do que todas as virgens; e pôs a coroa real na sua cabeça e a fez rainha em lugar de Vasti” (Ester 2.17).

coroa

O Reino de Deus está vindo à Noiva de Cristo! Jesus está dando a ela favor e graça superabundantes para que ela possa reinar e governar com Cristo nas regiões celestes e na Terra também! O Rei dos Céus está afeiçoado à sua Noiva e a está exaltando por meio do Seu hesedh, bondade, benevolência, benignidade, fidelidade, amor! Por meio desse hesedh a Noiva está sendo coroada, de maneira que ela poderá assumir sua autoridade ao lado do Amado Jesus e ver como em conjunto com Ele poderá viver a vida verdadeiramente cheia da Sua beleza!

O Noivo Jesus está assentado no Seu Trono, todas as suas vestes “cheiram a mirra, a aloés e a cássia” e ao Seu lado está a “rainha ornada de finíssimo ouro de Ofir” (Salmo 45.8, 9). Esse é o cenário mais belo de governo e autoridade que já se viu, a amada Noiva e o amado Noivo na sala do Trono, governando as nações com amor e justiça! Em Salmo 2, o Senhor disse: “O Senhor me disse: Tu és meu Filho; eu hoje te gerei. Pede-me, e eu te bridedarei as nações por herança e os confins da terra por tua possessão” (Salmo 2.7,8). Essa é a herança do Noivo, a qual será compartilhada com a Noiva.

A Igreja está para avançar de maneira elevada sobre as nações da Terra, até aos seus confins, indo por todo o mundo e pregando o evangelho a toda criatura, expulsando as trevas e estabelecendo o Reino do qual ela faz parte: um reino de luz, justiça e verdade!

Esse é o tempo para você ir até o Noivo, para vê-Lo, para ficar impressionado com Ele e para entrar em uma aliança de amor e de graça abundantes! É uma história para você, como você nunca imaginou…!

Alegra-te pois o seu “Criador é o seu marido, o Senhor dos Exércitos é o seu nome, o Santo de Israel é o seu Redentor; ele é chamado o Deus de toda a terra” (Isaías 54.5).


AVIVAMENTO: NOVO MOVIMENTO QUE VEM! (17.03.17)

por Renato Pastene

protester-jesus-movementQuando o derramamento do Espírito iniciou entre os jovens em 1967 na Califórnia, EUA, o Senhor fez algo novo! Foi um movimento diferente de qualquer outro ocorrido no passado e tomou formas inesperadas, quebrando padrões estabelecidos pelo homem e ofendendo formas religiosas de se pensar a fé cristã.

Multidões de hippies vieram a Jesus, foram salvos, batizados, receberam o Espírito e Seus dons! Foi um verdadeiro renascimento espiritual que exigiu da Igreja uma flexibilidade que muitos não tinham!

Alguns lideres, porém, conseguiram responder ao movimento que Deus estava trazendo e supervisionar, cuidar, proteger e amar o que o Pai estava fazendo naquelajesus movement geração.

Como quase todo (ou todo) renascimento, o Jesus Movement encontrou seus obstáculos e enfrentou suas próprias imaturidades e equívocos, porém o Senhor realizou algo espetacular naqueles dias.

Reconquista Espiritual

Interessante que esse derramamento do Espírito começou no mesmo ano que Jerusalém foi reconquistada pelo exército Israelense!

O avanço físico sobre Jerusalém foi compassado com o avanço espiritual que se manifestou na Terra; a reconquista espiritual aconteceu naquela geração que estavam sendo engolida pelo movimento hippie.

Hoje, o Senhor está armando algo semelhante, mas em uma proporção muito superior! O Espírito Santo está para ser derramado como nunca antes e será para uma colheita jamais vista! Poderoso renascimento está surgindo!

Como disse Doug Addison em uma recente publicação: “Deus está prestes a fazer algo radicalmente novo para atrair pessoas para Si que estão entre as menos prováveis. Há um novo avivamento vindo para aqueles que foram considerados como marginais ou que não se encaixam no molde do cristianismo moderno […] O que está para vir é semelhante ao Jesus People Movement dos anos 70” [texto postado em: http://dougaddison.com/2017/02/another-prophetic-sign-in-the-super-bowl/, tradução pelo google]

Novo Movimento que Vem

Assim como o Movimento de Jesus veio resgatar uma geração que estava se perdendo no meio das ideologias do movimento hippie, o novo movimento do Senhor para estes dias virá para libertar uma geração do engano que tem sido semeado nos últimos anos e décadas pelo Diabo.

Dá mesma forma pessoas envolvidas nos campos da nova era, góticos, darks, undergrounds, homossexuais, travestis, entre outros, serão convidados pelo amor de Deus de forma poderosa a entrarem em Seus Reino! Será uma colheita nada usual para a Igreja que precisará passar por uma reforma e flexibilização para comportar o novo grupo de radicais e apaixonados por Jesus que surgirão!

Pessoas das mais diferentes, dos mais diversos grupos e formas de pensamento serãovinhaalcançadas por essa explosão de poder e amor que está vindo do Céu!

“Acontecerá depois que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos anciãos terão sonhos, os vossos mancebos terão visões” (Joel 2.28)

O convite de Lucas 14.21 está saindo da parte do Pai: “Sai depressa pelas ruas e bairros da cidade, e traze aqui os pobres, e aleijados, e mancos e cegos”. Muitos que se acharam dignos do Reino ficarão de fora da festa, e muitos que não tinham sido considerados dignos entrarão e tomarão parte no banquete!

É um tempo de vinho novo, mas ele virá para um odre novo!

Prepare-se Igreja para celebrar a chegada do que estava perdido, mas será achado, estava morto, mas estará vivo (Lucas 15.32)!

⇒ Vídeo relacionado: disponível no SoundCloud vídeo onde Renato Pastene fala sobre como participar do próximo movimento do Pai!

https://soundcloud.com/renato-pastene-pires/o-convite


PORTA DO MONTURO – UM CHAMADO AO SERVIÇO (10.05.17)

por Renato Pastene

A Porta do Monturo abre-nos a uma realidade de serviço. Fala sobre nossa atuação no trabalho do Reino de Deus, seja esse trabalho dentro do contexto da Igreja, da família, dos negócios, ou em outras esferas onde atuamos realizando a vontade do Pai e estendendo Seu domínio! Trata-se propriamente do serviço ao Senhor, debaixo do Seu jugo.

Nosso Deus estabeleceu Seus trabalhadores na Igreja e também nas diversas áreas da sociedade. Somos professores, somos dentistas, somos alunos, somos comerciantes, somos donas de casa, somos advogados e juízes trabalhando para que o propósito maior do Senhor avance através dessa rede ministerial abrangente, que se estabelece de uma forma incontrolável e insubstituível.

Somos o sal e a luz colocados no mundo para preservar, curar, restaurar e transformar as terras e as pessoas em nossa área de influência (de responsabilidade)! Mt 5.16

A palavra “monturo” significa monte de lixo,aglomeração de coisas velhas e descartadas. Essa é a Porta mais próxima do Muro das Lamentações, sendo mais uma porta de serviço do que um portal monumental. Outro nome para ela é Porta do Esterco, remetendo a movimentação dos animais que ajudavam no trabalho.

Provérbios 14.4 diz: “Onde não há bois o celeiro fica vazio, mas da força do boi vem a grande colheita”. Limpeza, organização e tranquilidade são coisas boas, mas se realmente queremos uma grande colheita precisamos estar dispostos a nos depararmos com a bagunça, sujeira e desconforto! O trabalho no Reino muitas vezes não é fácil. A morte de Jesus na cruz foi realmente difícil, exigiu tudo Dele, porém foi o sacrifício que abriu o caminho para a colheita no Reino.

Jesus chamou trabalhadores para o Seu Reino: “Então disse aos seus discípulos: “A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos” (Mateus 9.37). As multidões estão a nossa volta, desamparadas e aflitas, precisamos ir em direção a elas para ministrarmos a cura, a salvação, a libertação, o Reino de Deus. A compaixão de Jesus precisa queimar em nossos corações ao passarmos por essa porta!

Bete-Haquerém e os Homens de Autoridade

Interessante que a Porta do Monturo foi reconstruída por Malquias, governador de Bete-Haquerém (Neemias 3.14). Malquias significa Yahweh é Rei e o nome Bete-Haquerém quer dizer Casa da Vinha! Essa cidade estava em um local alto e era uma estação de farol, Jeremias profetizou sobre acender um facho neste local (Jeremias 6.1).

A Porta do Monturo será reerguida por pessoas de autoridade! Assim como o nome Malquias significa Yahweh é Rei, o Senhor está chamando pessoas que tenham um selo real, que tenham sua liderança alinhadas com o verdadeiro Rei, para reconstruir esse acesso a uma vida de serviço e propósito.

Essas pessoas sairão da Casa da Vinha, ou seja, de um lugar de comunhão, de vida em Deus, de alegria no Espírito Santo, para abrirem um caminho para os trabalhadores. A visão obtida de um lugar alto (farol) será o impulso para essas pessoas de autoridade se moverem em direção a construção de uma realidade tão simples e básica como a Porta do Monturo.

 


 

A Porta da Fonte: O Rio de Água Viva (08.07.17)

por Renato Pastene

watersA Porta da Fonte (Neemias 3.15) abria o acesso a fonte das águas. Mais especificamente, a Fonte de Giom. Essa fonte é citada em 2 Crônicas 32.30 e 33.14. O termo Giom significa “correnteza forte” e é o nome do segundo rio que corria no jardim do Éden (Gênesis 2.13). Era, portanto, uma fonte abundante de águas, localizada em Jerusalém.

Para receber as águas da fonte de Giom, construíram o tanque de Siloé. Este era um reservatório de água em Jerusalém. A Porta da Fonte, portanto, era o acesso pelo qual se chegava a essa fonte de águas. Esse era um local importante, pois na fonte estava a origem daquelas águas, necessárias à Israel.

Para nós hoje, essa Porta aponta para o acesso as “fontes de águas da vida”. Jesus nos guiará a essas águas, limpando dos nossos olhos toda lágrima: “o Cordeiro que está no meio do trono os apascentará e lhes servirá de guia para as fontes das águas da vida; e Deus limpará de seus olhos toda lágrima” (Apocalipse 7.17). Interessante que foi nas águas de Siloé onde o cego de nascença foi curado e recupera a visão (João 9.7). Da mesma forma, o acesso as águas da vida limpará nossos olhos, ou seja, seremos consolados e enxergaremos como nunca antes!waters1

Essa é a fonte da águas do Espírito Santo, que fluem para a vida eterna! Em João 4.14, Jesus disse “quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Ao contrário, a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna”. Veja só, aquele que beber dessa água terá uma fonte! Uma fonte será gerada no interior dessas pessoas, com acesso as correntezas de água do Espírito Santo.

A Porta da Fonte é o acesso a essas fontes! O Pai está restaurando esse acesso. Isso fala sobre uma abertura cada vez maior para que o Espírito Santo flua através da vida dos cristãos, para fazer o Reino se estender trazendo vida, justiça e alegria às nações! O rio de Ezequiel 47, fluía do templo (que hoje é a Igreja), esse rio fluía e trazia vida onde passava, assim será nestes dias…


 

A Porta das Águas: Ezequiel 47 (18.09.17)

por Renato Pastene

20170911_172506Outra porta que o Eterno está reparando é a Porta das Águas. Esta porta simboliza o local por onde as Águas fluem! No contexto judaico, ela tinha uma ligação especial com a Festa de Tabernáculos, ou Sucot. Isto parece, em parte, estar relacionado ao fato de Israel ter se reunido como um só homem, para escutar a Lei de Moisés, em frente a Porta das Águas durante os dias da Festa de Tabernáculos:

“Quando chegou o sétimo mês e os israelitas tinham se instalado em suas cidades, todo o povo juntou-se como se fosse um só homem na praça, em frente da porta das Águas. Pediram ao escriba Esdras que trouxesse o Livro da Lei de Moisés, que o Senhor dera a Israel. Assim, no primeiro dia do sétimo mês, o sacerdote Esdras trouxe a Lei diante da assembléia, que era constituída de homens e mulheres e de todos os que podiam entender” (Neemias 8.1-2)

Este foi um momento único para o povo judeu, pois acabará de retornar do cativeiro babilônico e agora estava restaurando a cidade de Jerusalém e sua própria vida, inclusive espiritual. Durante esse momento, o povo renovou sua aliança com Yahweh!Rivee (1)

Jesus, também durante a Festa de Tabernáculos, e não longe da Porta das Águas, se levantou e disse: “Se alguém tem sede, venha a mim e beba! Quem depositar sua confiança em mim, como diz as Escrituras, rios de água viva fluirão de seu interior” (João 7.37-38).

Jesus se apresenta como sendo a própria Porta das Águas, ou seja, o local por onde flui o Espírito Santo. Ele disse, também, que o Espírito fluiria do interior daqueles que crescem Nele! Essa foi uma revelação contundente …

A Habitação de Deus

Interessante que a Festa de Tabernáculos aponta para a habitação de Deus. Jesus veio como Casa de Deus para Terra! Foi isso que os judeus não entenderam quando Ele falou: “Derribai este templo, e em três dias o levantarei”. Os judeus disseram: “Em quarenta e seis anos foi edificado este templo, e tu o levantarás em três dias?”. Porém Jesus falava do templo do seu corpo” (João 2.19-21).

Assim como Jesus, os nascidos de novo, ou seja, aqueles que creem que Jesus é o Messias, ou o Cristo, também se tornam a habitação de Deus por meio do Espírito Santo. A Porta das Águas também precisa estar aberta em nós, de forma que o rio de águas vivas flua para tocar outras vidas.

Ezequiel 47 mostra as águas vivas fluindo a partir da Casa de Deus, passando ao “sul do altar” (v.1), onde o rio passar “todas as coisas são restauradas e viverão” (v.9).

Confirme estabelecermos a habitação de Deus na Terra, ou seja, edificarmos o Corpo de Cristo, veremos as águas fluindo e como consequência teremos “grande abundância de árvores” (v.7) – crescimento da plantação do Senhor – e “muitíssimo peixe” (v.9) – multiplicação de vidas em Seu Reino.

⇒ Vídeo relacionado: A Porta da Águas: O Rio de Águas Vivas (31.08.17)

 

Anúncios